FRASE DA SEMANA (mande a sua)

Na maioria das vezes somos causadores das nossas próprias desgraças!!! "Nogueira"

terça-feira, 20 de maio de 2008

DDS - O que é um vírus

Uma célula é um ser autônomo capaz de se alimentar, crescer e se reproduzir. Os vírus não são assim. Se você pudesse ver um vírus, perceberia que ele é uma partícula minúscula. As partículas dos vírus têm aproximadamente um milionésimo de centímetro (17 a 300 nanômetros). Os vírus têm aproximadamente um milésimo do tamanho das bactérias, e as bactérias são muito menores que a maioria das células humanas. Os vírus são tão pequenos que a maioria deles não pode ser vista com um microscópio óptico, precisam ser observados com um microscópio eletrônico.
Uma partícula viral, ou vírion, consiste no seguinte:
• ácido nucléico - conjunto de instruções genéticas, DNA ou RNA, trançado em filamentos simples ou duplos (veja Como funcionam as células para detalhes sobre DNA e RNA);
• cobertura de proteína - envolve o DNA ou o RNA para protegê-lo;
• membrana lipídica - envolve a cobertura de proteína, sendo encontrada apenas em alguns vírus, incluindo o da gripe; esses tipos de vírus são chamados de vírus encapsulados em oposição aos vírus não encapsulados.
Os vírus variam muito em forma e complexidade. Alguns se parecem com pipoca, enquanto outros têm uma forma complicada que se parece com uma aranha ou com uma cápsula.
Diferente das células humanas e das bactérias, os vírus não contêm o mecanismo químico (enzimas) necessário para executar as reações químicas necessárias para a vida. Em vez disso, os vírus carregam apenas uma ou duas enzimas que decodificam suas instruções genéticas. Então, um vírus precisa ter uma célula hospedeira (bactéria, planta ou animal) na qual vive e produz mais vírus. Fora da célula hospedeira, os vírus não conseguem funcionar. Por essa razão, eles ficam na fina linha que separa as coisas vivas das não vivas. A maioria dos cientistas concorda que os vírus são vivos devido ao que acontece quando infectam uma célula hospedeira.



Como um vírus o infecta

Os vírus vivem ao nosso redor todo o tempo, apenas esperando pela chegada de uma célula hospedeira. Eles podem entrar pelo nariz, boca ou ferimentos na pele (veja Como funciona o sistema imunológico para detalhes). Uma vez lá dentro, eles acham uma célula hospedeira para infectar. Por exemplo, os vírus do resfriado e da gripe atacarão células que revestem as regiões respiratória ou digestiva. O vírus da imunodeficiência humana (HIV), que causa a AIDS, ataca as células T do sistema imunológico.

No ciclo lítico, o vírus se reproduz usando o mecanismo químico da célula hospedeira. As linhas em espiral vermelhas no desenho indicam o material genético do vírus. A parte cor-de-laranja é a cápsula externa que o protege.
Independente do tipo da célula hospedeira, todos os vírus seguem as mesmas etapas básicas, conhecidas como ciclo lítico (veja a figura acima):
1. uma partícula de vírus prende-se a uma célula hospedeira;
2. a partícula libera suas instruções genéticas dentro da célula hospedeira;
3. o material genético injetado recruta as enzimas da célula hospedeira;
4. as enzimas fazem as partes de novas partículas de vírus;
5. as novas partículas juntam-se formando novos vírus;
6. os novos vírus rompem a célula hospedeira e libertam-se.
Todos os vírus têm algum tipo de proteína na cobertura externa ou invólucro que "sente" ou "reconhece" a(s) célula(s) hospedeira(s) apropriada(s). Essa proteína prende o vírus à membrana da célula hospedeira. Alguns vírus com invólucro podem passar pela membrana celular da célula hospedeira dissolvendo-a porque tanto o invólucro do vírus quanto a membrana celular são feitos de lipídios.
Os vírus que não entram na célula precisam injetar seus conteúdos (instruções genéticas, enzimas) dentro da célula hospedeira. E aqueles que dissolvem a membrana simplesmente liberam o conteúdo depois de estarem dentro da hospedeira. Em qualquer um dos casos, os resultados são os mesmos.

fonte: http://saude.hsw.uol.com.br

5 comentários:

Blog da Meg disse...

olha, eu quero saber como o viru reconhece a celula hospederia?? eu sou da 7ª série e eu estou estudando pra prova de ciencia, por favor me manda a resposta q eu vou entrar no seu blog todo dia, pra ver a resposta, por favor, beijos.

André NOGUEIRA disse...

Que bom Meg ter vc aqui no blog!
A sua resposta esta no proprio texto, no final: "Todos os vírus têm algum tipo de proteína na cobertura externa ou invólucro que "sente" ou "reconhece" a(s) célula(s) hospedeira(s) apropriada(s). Essa proteína prende o vírus à membrana da célula hospedeira".

Grande abrç

Blog da Meg disse...

muito obrigada!!

Simone disse...

Nogueira parabens pelo seu conteudo. è muito interessante. Sou tecnico em segurança do trabalho estou procurando um curso para guindaste, vc pode por favor me indicar um?adairsegurançanotrabalho@athila.com.br ou simonemachado@athila.com.br

Anônimo disse...

OLÁ, sou estudante do curso tecnico de segurança do trabalho e preciso fazer um DDS sobre virus, achei o texto super interessante, mas um pouco complicado para se trabalhar com pessoas da construçao civil, teria como vc publicar alguma coisa nesse perfil! Uma boa tarde...ABRAÇOS!!